Citação · Literatura · Livros · Ver e ouvir

Porque já tive pressa (ou: Ver e Ouvir Maria Bethânia)

1455281414567-01
“Vivemos como se não coubessem mais o silêncio, as delicadezas. Mas cabem. E isso me comove e me atrai.”                                              Maria Bethânia

 

Que valor tem a pressa no somatório dos dias? Com ou sem pressa, todos os caminhos conduzem ao fim, à diferença de que sem ela pode-se apreciar a beleza que há e até se usufruir de alguma paz. A pressa é o tirano do homem moderno. Subjuga e submete a rotina diária ao crivo do relógio. Faz-se importante e desejável, afinal quanto mais pressa, mais produtividade.

Para combater a tirania da pressa só mesmo cultivando um certo descompasso. Há que se entrar em descompasso com as coisas, as pessoas, o próprio tempo. Há que desacelerar os gestos, baixar o tom da voz, reduzir o ritmo: res-pi-rar. Há que se afastar a pressa dos dias como se afasta uma praga do jardim: com preparos de ver a beleza.

Afinal, que valor tem a pressa no somatório dos dias? Que valor tem a pressa no trânsito quando, por vias do destino, não se chega ao destino, afinal? Que valor tem a pressa à mesa quando, deglutida a comida, perdeu-se o sabor e o paladar? Que valor tem a pressa quando, apressados a falar, deixamos de ouvir? Que valor tem a pressa quando o avião ameaça cair, quando a doença é terminal, quando um súbito temporal avança sobre a cidade ou sobre a vida? Que valor tem a pressa quando se vai morrer, afinal?

Mestre Rosa há muito nos advertiu: “Tudo o que muda a vida vem quieto no escuro”, assim mesmo, sem aviso, sem preparo, sem instrução. Pressa pra quê, mesmo?

E porque já tive pressa, prezo as coisas todas em slow motion. Conjugo verbos esquecidos: contemplar, apreciar, degustar. Decoro a cartilha das desimportâncias de Manoel. Estudo o mapa do trajeto das formigas no jardim. Aprendo a cozinhar palavras e fermentar ideias. Escrevo o meu próprio tempo e sublinho as horas mais silentes e delicadas. Quero a paz de não ter pressa.

Por isso, hoje, te convido a Ver e Ouvir as poesias selecionadas por Maria Bethânia. Para deixar o dia mais leve. Mais bonito. Com menos pressa.

————————————————————————–

 

Anúncios

4 comentários em “Porque já tive pressa (ou: Ver e Ouvir Maria Bethânia)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s