Citação · Literatura · Para inspirar · Poesia todo dia

Poesia todo dia

1404575556366

Poesia é alimento para a alma. Quem lê um poema dá de comer ao espírito. Aplaca uma fome desconhecida, insuspeitada. Ler um poema é banquetear-se mesmo que não sejam horas. É cear sem estar à mesa. É celebrar sem motivo. É amanhecer-se.

Há que se amanhecer todo dia. Várias vezes ao dia. Porque amanhecer é renovar-se. Apalpar expectativas. Reconhecer sinais. Sensibilizar-se. Para a arte. Para a vida. A começar pelo dia. A começar por agora: poesia todo dia.

———————————————————————————————————-

Amor como em casa

Manuel Antônio Pina

Regresso devagar ao teu sorriso como quem volta a casa.

Faço de conta que não é nada comigo.

Distraído percorro o caminho familiar da saudade,

pequeninas coisas me prendem,

uma tarde num café, um livro.

Devagar te amo e às vezes depressa,

meu amor, e às vezes faço coisas que não devo,

regresso devagar a tua casa,

compro um livro, entro no amor como em casa.

Anúncios

3 comentários em “Poesia todo dia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s