Citação · Cris · Palavras ao vento

Ainda o amor


Nunca me interessou a arte de fotografar. Mas nunca é uma palavra muito grande, muito longa, muito ad infinitum. E as coisas mudam. De tal forma, que passei a ter um súbito gosto por fazer alguns registros. Fotográficos, apenas. Muito distante do que se possa conceber como arte. Mas me satisfazem. Às vezes me encantam. Principalmente quando resultam de um momento fugaz, daqueles que o olhar pode converter em poesia. Foi assim com esse casal de pombos, alheios aos passantes, totalmente devotados um ao outro. Não resisti, registrei. Viva o enamoramento!

Anúncios

2 comentários em “Ainda o amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s